O que você precisa saber antes de trabalhar com influenciadores.

Você já comprou algo depois que um blogueiro recomendou? A maioria das pessoas vai responder que sim. A grande parte dos profissionais de Marketing consideram muito eficaz trabalhar com influenciadores. E se você tem uma marca ou serviço que deseja promover pode ser a tática certa.

Uma pesquisa do Ibope Inteligência  revelou que o mercado de influenciadores digitais está em crescimento desde 2016.  E existem dados interessantes:

  • 52% dos internautas do Brasil seguem pelo menos um influenciador digital.
  • A maioria são mulheres, classe B e com a idade entre 25 e 34 anos.
  • 35% já viajaram ou se hospedaram em algum lugar indicado por influenciador digital.

No segmento de turismo a Classe A é dominante (53%). A faixa etária que apresenta esse comportamento é entre 25 a 34 anos e 40% são pessoas do nordeste. (fonte: Air Influencers)

E o seu negócio com isso?

Como utilizar os influenciadores de forma efetiva na sua estratégia? Como começar e como ter um mínimo de garantias de que a parceria com um influenciador será eficaz?

Preparação e análise dão o tom do sucesso ou fracasso (como em qualquer estratégia de marketing). Você nunca deve simplesmente entrar em contato com um influenciador e pedir uma parceria. E desconfie de quem se diz influencer e faz isso. Não, não e não. Você precisa se preparar, passando por todas as etapas desta lista que preparamos para te ajudar:

1 – Orçamento

Vamos de “papo reto”. Não existe campanha de sucesso a custo ZERO, isso é utopia. Então se você quer fazer uma campanha tenha em mente que SIM isso exigirá investimento. Pode ser em forma de permuta, pagamento em dinheiro, mas SEMPRE terá custo e saiba também que em se tratando de Influenciadores, quanto menos você desembolsar, menos eficaz será a campanha. É o negócio deles e é justo cobrar por isso.

Antes que você se pergunte. SIM, você pode fazer uma campanha econômica e com bons resultados, é só escolher a estratégia certa definir objetivos realistas. Por falar em objetivos…

2 – Defina objetivos e métricas claras.

Por que você precisa influenciador de marketing? Você quer atingir um público bem segmentado ou está procurando um embaixador de marca? Você quer consolidar sua marca ou quer gerar vendas imediatamente? Isso vai definir se será uma ação contínua ou pontual.

Não dá para ter tudo em uma única ação! Seja objetivo!

O que não é mensurado não tem valor, já dizia uma super sábia com quem eu trabalhei. Então defina suas metas e como você vai mensurar. Se você vai oferecer um produto para compra online, defina um código promocional. Se vai oferecer reservas de hotel, salão de beleza ou restaurante, defina um canal específico e oriente a sua equipe sobre como proceder e fornecer os números para futuros relatórios. Ofereça meios para sua equipe mensurar e explique como as coisas vão acontecer. De novo, você nunca vai saber se deu certo sem medir.

Não esqueça de orientar toda a equipe.

Com uma meta bem definida, você também poderá classificar os influenciadores, analisando se eles podem entregar o resultado esperado. Aí é o momento de…

3 – Pesquisar, pesquisar, pesquisar

Se o seu produto ou serviço se destina a um público restrito, pesquise melhor por contas de tópicos específicos. Por exemplo: Turismo para terceira idade ou viajar com crianças.  Busque também hashtags como por exemplo: #viajarcompets (se você quer saber quem viaja e escreve sobre viagem com animais). Esta regra vale para qualquer coisa que você queria pesquisar.

Você pode realizar esta tarefa de pesquisa “na raça” ou pode adquirir um serviço. Ferramentas como o BUZZUMO ajudam bastante. Você digita a palavra chave e aparece uma série de conteúdos escritos por influenciadores. Aí é escolher e avaliar. Veja um exemplo aqui!

Existe uma infinidade de ferramentas para busca especializadas em Influenciadores. Lembre-se que a maioria cobra por isso, mas muitas oferecem um período free de avaliação. Separamos algumas para vocês:

5 – Compile uma lista de influenciadores

Escolha os 5 influenciadores que mais se aproximam do seu objetivo e das características do seu negócio. Planilhe tudo isso antes e defina por ordem de quem mais se encaixa com os objetivos:

  • O perfil está de acordo com a sua marca?
  • O tom de voz deles combina com o estilo da sua marca?
  • O público deles corresponde ao seu?
  • Os seguidores deles estão ativos ou são peso morto?
  • Qual o engajamento? (e se você não sabe o que é isso, não é o momento de fazer uma campanha com influencers) 😊

Uma ferramenta que pode ajudar nesta pesquisa é o  HypeAuditor (é uma paga mas possui alguns recursos gratuitos) . Com ela você pode ver o gráfico de seguimento do perfil. Olhando para o gráfico, é possível analisar o crescimento e ver se é orgânico. Se a curva de crescimento subir quase que verticalmente pode significar que o influenciador promoveu sorteios ou simplesmente comprou os seguidores.

Fonte: HypeAuditor

Lembre-se: a quantidade de seguidores não é igual ao engajamento que você receberá.

E aí chegou o momento de falar com “a galera”. Contacte os escolhidos via redes sociais ou pelos contatos que eles costumam deixar disponíveis nas redes. Peça sempre as estatísticas da última história ou publicação onde promoveram um produto. E não esqueça de pedir o Media Kit.

5 – Termos da campanha

Depois de encontrar o parceiro certo para você, você deve acordar os termos da campanha.

  • Preço: Você tem que decidir sobre o modelo de preços. Frequentemente, os influenciadores têm regras específicas. Pergunte se eles aceitam custo por aquisição ou custo por engajamento. Dessa forma, você pode pagar não com o preço fixo por post ou história, mas dependendo do resultado da campanha.
  • Tempo: Quando você deseja que a postagem ou história promovida saia? Alguns influenciadores cobrarão uma taxa adicional para postar na data ou hora exata.
  • Conteúdo: Quantos posts e stories serão realizados.?Quem desenvolverá o conteúdo? Você ou o blogueiro? Não deixe de mencionar se você tem requisitos específicos para o conteúdo.
  • Como você analisará os resultados? No final da campanha, peça ao influenciador para enviar a você uma captura de tela da análise da postagem. Defina um prazo para isso. Esta análise será complementar às suas.
  • Negocie se o conteúdo gerado poderá ser usado posteriormente, não deixe de documentar devidamente para evitar futuros problemas por uso indevido de imagem e direito autoral.

O marketing de influenciadores é delicado. Mas as chances de êxito são maiores se você se preparar corretamente. Siga a lista de verificação para não perder nenhuma etapa crucial e esperamos que todas as suas colaborações futuras sejam eficazes!

E para você que leu até o final que tal baixar um material rico que preparamos para você? Uma carta de boas-vindas para o influencer! Você pode adaptá-la para seu negócio! Basta clicar aqui!


Fontes de pesquisa: Meio&Mensagem, PEGN, Sebrae, Portal Comunique-se, Ibope Inteligência